Esporte: "Virgem" contra o Real, Agüero lidera o City em semi histórica e "seca" CR7

"Virgem" contra o Real, Agüero lidera o City em semi histórica e "seca" CR7



Apesar de nunca ter ficado nem entre os três finalistas da Bola de Ouro da Fifa, Sergio Agüero é considerado por muitos um dos melhores jogadores do mundo na atualidade. É ele o principal nome do Manchester City, que vive nesta terça-feira um dia histórico: vai disputar pela primeira vez uma semifinal de Liga dos Campeões. O adversário é o gigante Real Madrid, maior campeão do torneio em todos os tempos, com 10 títulos, e semifinalista em 26 ocasiões - 13 classificações e 13 eliminações.

Mas o problema, para Agüero, não é bem esse contraste de experiência entre os clubes. O problema é o tabu pessoal que ele tem contra os merengues. Desde os tempos em que atuava pelo Atlético de Madrid até hoje, foram 12 partidas. O argentino até marcou quatro gols, mas nunca saiu com a vitória. Empatou quatro e perdeu oito, ou seja, apenas 11% de aproveitamento. E ele vai com tudo para mudar essa história nesta terça, às 15h45 (horário de Brasília), em Manchester.

Há outro obstáculo para que Agüero consiga enfim vencer o Real Madrid: Cristiano Ronaldo. O craque português também tem longo histórico de confrontos com o City desde que defendia o Manchester United, mas, diferentemente do argentino, tem ótimo aproveitamento: 66%. Foram oito vitórias, dois empates e três derrotas, com cinco gols marcados.

Além disso, Cristiano vem com ainda mais sede do que o normal para esta semifinal. Insaciável, ele já marcou 16 gols (em 10 jogos) só nesta Champions e está a apenas um de igualar seu próprio recorde estabelecido em 2013/14, quando marcou 17 gols na mesma edição. Na ocasião, por sinal, o Real Madrid se sagrou campeão batendo o Atlético de Madrid na decisão.

É a primeira vez que City e Real se enfrentam em um mata-mata. Eles se cruzaram duas vezes pela Liga dos Campeões, ambas na fase de grupos da temporada 2012/13. Os merengues venceram por 3 a 2 no Santiago Bernabéu, e houve empate por 1 a 1 em Manchester.

Desfalque no City, boas notícias no Real

O Manchester City terá um desfalque bastante sentido no jogo de ida. O meio-campo Yaya Touré, titular absoluto do time, não se recuperou de um problema físico e está fora. É dúvida até para a volta, em Madri, na quarta-feira da semana que vem. Por outro lado, o técnico Manuel Pellegrini ganhou o retorno do zagueiro e capitão Vincent Company, este sim recuperado de lesão.

Pellegrini mostrou um pouco de incômodo com o fato de jogar a primeira em casa. Contra o Paris Saint-Germain, o City empatou na França e venceu o jogo da volta na Inglaterra.

- Quando você joga a segunda em casa, sabe exatamente o que tem que fazer. Quando joga a primeira em casa, nunca sabe se o resultado será suficiente. Você não sabe se pode arriscar mais, pois pode levar gol do visitante, o que é importante - afirmou o treinador chileno.

No Real Madrid só houve boas novas. Cristiano Ronaldo e Benzema eram dúvida por problemas musculares, mas os dois se recuperaram bem, como disse Zidane. O comandante não quis confirmar a escalação da dupla, mas o retorno, ao que tudo indica, acontecerá.

- Estamos em um bom momento. Claro que Cristiano sentiu um problema no penúltimo jogo, e o Benzema sentiu no último, mas chegamos aqui todos em um bom momento. E vamos tentar jogar bem todos juntos. Estou convencido disso - disse Zizou.

Prováveis escalações:

Manchester City: Joe Hart, Sagna, Otamendi, Kompany e Clichy; Fernando, Fernandinho, Jesús Navas e David Silva; De Bruyne e Agüero. Técnico: Manuel Pellegrini.

Real Madrid: Keylor Navas, Carvajal, Pepe, Sergio Ramos e Marcelo; Casemiro, Modric e Kroos; Bale, Benzema e Cristiano Ronaldo. Técnico: Zinedine Zidane.

Árbitro: Cüneyt Çakır (Turquia).

Assistentes: Hüseyin Göçek (Turquia) e Barış Şimşek (Turquia).

Fonte: Globo Esporte
Foto: Agência Reuters
Página anterior Próxima página