Esporte: Inquérito responsabiliza autoridades inglesas pela tragédia de Hillsborough

Inquérito responsabiliza autoridades inglesas pela tragédia de Hillsborough



Uma das maiores tragédias da história do futebol teve seu inquérito concluído nesta terça-feira: Hillsborough. Um júri inglês concluiu que a culpa pelas 96 mortes, além dos milhares de torcedores feridos, foi das autoridades, e não dos fãs, considerando que houve homicídio culposo, quando não há intenção de matar.

A tragédia aconteceu na partida entre Nottingham Forest e Liverpool, pela semifinal da Copa da Inglaterra. O inquérito aponta responsabilidade para policiais e os serviços de emergência. Com isso, entidades e até mesmo o então chefe da polícia de South Yorkshire, David Duckenfield, que era o responsável pela segurança do evento, devem ser responsabilizados. Em um estádio superlotado, 96 pessoas morreram pisoteadas e esmagadas, enquanto quase 800 ficaram feridas.

O inquérito original, que apontava para mortes acidentais, foi colocado em xeque em 2012. Na época, foi publicado um relatório de uma investigação independente sobre Hillsborough, com mais de 450 mil páginas, que afirmava que policiais e os serviços de emergência alteraram provas, indicando que a culpa pela tragédia havia sido provocada por torcedores do Liverpool que estariam embriagados.

De acordo com a imprensa inglesa, seis mulheres e três homens que compunham o júri concordaram que houve erro de planejamento da segurança que causou a morte de todas as pessoas, e que os serviços de urgência médica não estavam preparados para o evento, o que agravou a situação.

O júri ainda deixou claro que não houve comportamento violento por parte dos torcedores para que tal episódio acontecesse na Inglaterra, posição contrária ao que foi adotada por todo tempo pela polícia de South Yorkshire.

A tragédia completou 27 anos no dia 15 deste mês. E foi um dia após a classificação histórica do Liverpool às semifinais da Liga Europa depois da vitória por 4 a 3 sobre o Borussia Dortmund. Na ocasião, o técnico Jürgen Klopp e os brasileiros Philippe Coutinho, Roberto Firmino e Lucas Leiva participaram das homenagens para as vítimas de Hillsborough.

Fonte: Globo Esporte
Foto: Getty Images
Página anterior Próxima página