Esporte: São Paulo não foi brilhante, mas controlou o César Vallejo, diz Noriega

São Paulo não foi brilhante, mas controlou o César Vallejo, diz Noriega



O São Paulo derrotou o César Vallejo, do Peru, por 1 a 0, nesta quarta-feira, no Pacaembu, e garantiu classificação na fase de grupos da Taça Libertadores. O gol do alívio saiu, aos 40 minutos do segundo tempo, com Rogério. No "Troca de passes", Maurício Noriega disse que o Tricolor não correu riscos, controlou o jogo e poderia ter vencido por 3 a 0.

- O César Vallejo não criou nenhuma oportunidade de gol que algum torcedor do São Paulo, no Pacaembu ou no Brasil, possa ter dito que passou por algum aperto. O São Paulo teve dificuldades, não foi brilhante, mas controlou o jogo. Durante toda partida mandou três bolas na trave, perdeu um pênalti. Foi a equipe que buscou o resultado o tempo inteiro, mas não foi uma equipe fluente que soubesse por onde buscar o resultado. Quis muito, o tempo inteiro, mas não sabia por qual caminho (...) Na segunda etapa, o São Paulo com o Ganso fazendo uma organização, longe de ser uma atuação de enciclopédia, mas uma boa atuação. Deu mais ritmo para equipe, a entrada do Wesley também. O São Paulo poderia tranquilamente ter vencido o jogo, sem nenhum exagero, por 3 a 0. Seria um placar que, talvez, refletisse o que aconteceu dentro de campo - disse.

Segundo o comentarista, a classificação para fase de grupos é importante para dar tranquilidade ao trabalho do técnico Edgardo Bauza, diminuir a pressão sobre os jogadores e também ajuda no ambiente do clube, pois uma eliminação na fase prévia é tida como um vexame.

- Essa busca por uma equipe passa agora pela fase de grupos da Libertadores sem essa pressão. Jogo de primeira fase de Libertadores para o time grande brasileiro é uma pressão danada. Todo mundo fica com aquela ideia de Tolima na cabeça (...) Isso interfere muito na cabeça do jogador, do treinador e do clube como um todo (...) passada essa etapa, o São Paulo vai jogar como mandante no Morumbi. É um outro clima, um outro ambiente. O São Paulo tem confiança quando joga no seu estádio. Passou essa perspectiva de dar um vexame. A tendência é aos pouco ir encaixando um time - concluiu.

Com a vitória sobre o César Vallejo-PER, o São Paulo entrou no Grupo 1 da Taça Libertadores, ao lado de River Plate (Argentina), The Strongest (Bolívia) e Trujillanos (Venezuela). Agora, o Tricolor volta a campo no domingo, quando terá clássico com o Corinthians, na arena do rival, pelo Campeonato Paulista.

Fonte: Globo Esporte
Foto: Marcos Ribolli
Página anterior Próxima página