Esporte: Polêmica e esperança: Flu e Furacão abrem a Copa Sul-Minas-Rio 2016

Polêmica e esperança: Flu e Furacão abrem a Copa Sul-Minas-Rio 2016



Hora de a polêmica ficar fora de campo, hora de a bola rolar. Começa nesta quarta-feira a Copa Sul-Minas-Rio de 2016. Fluminense e Atlético-PR abrem a competição cercada de muita discussão às 19h30 (de Brasília), no Raulino de Oliveira, em Volta Redonda - Criciúma e Cruzeiro, os outros integrantes do Grupo A, também jogam no mesmo horário, no Heriberto Hülse. Depois de muita confusão, entra em campo a esperança dos clubes da Primeira Liga por mudanças no futebol brasileiro. A entrada será um quilo de alimento não perecível.

A Federação de Futebol do Rio de Janeiro já se mostrou contra a realização do campeonato e fez ameaças. Com Flamengo e Fluminense envolvidos, a entidade disse que libera a participação dos clubes apenas em caráter de amistoso. E antes do início do Campeonato Carioca, que começa no próximo sábado.

A Ferj só permite o torneio a partir de 2017. A CBF chegou a se posicionar da mesma forma e disse que a competição não faz parte do calendário oficial de 2016, mas os clubes bateram o pé, e a Primeira Liga avisou: vai ter campeonato. No total, a Copa Sul-Minas Rio terá 12 clubes. Ainda nesta quarta-feira, haverá mais duas partidas às 21h45: Internacional x Coritiba, no Beira-Rio, e Atlético-MG x Flamengo, no Independência. Na quinta-feira, mais dois jogos completam a primeira rodada: América-MG x Figueirense, às 19h30, no Independência, e Avaí x Grêmio, às 21h45, na Arena Condá, em Chapecó (o Leão da Ilha vendeu o mando de campo).

Na abertura da competição, nesta quarta, o técnico do Fluminense, Eduardo Baptista, alheio à polêmica do torneio, sabe que chegou o momento de mostrar trabalho em 2016. Após os maus resultados no Torneio da Flórida, o Fluminense quer começar bem o seu primeiro compromisso oficial. A base da equipe titular, no entanto, ainda será a do ano passado. Dos cinco reforços contratados para a temporada, apenas o meia Felipe Amorim está regularizado e liberado para atuar.

O Atlético-PR quer encerrar, em 2016, seu jejum de títulos. Reforçado, o time conta com nomes como o zagueiro Paulo André, o meia Vinícius e o atacante Anderson Lopes - que devem ser titulares na estreia. Um dos trunfos do clube é ter mantido a base. Todos os jogadores que terminaram o Brasileirão como titulares seguem no clube.

Célio Amorim apita a partida, auxiliado por Alex Santos e Johnny Barros de Oliveira, todos de Santa Catarina. O SporTV transmite o confronto, e o GloboEsporte.com acompanha em Tempo Real, com vídeos.

ESCALAÇÕES

Fluminense: Eduardo Baptista não confirmou a escalação do time. Dos reforços, apenas Felipe Amorim está regularizado. Ele, aliás, faz parte da dúvida do treinador e disputa uma vaga com Marcos Junior e Osvaldo. Na defesa, Nogueira substitui Marlon, vetado por causa de uma infecção urinária. Na esquerda, Ayrton ganhou a vaga de Leo. O Fluminense vai a campo com Diego Cavalieri; Wellington Silva, Gum, Nogueira e Ayrton; Edson e Cícero; Gustavo Scarpa, Danielzinho e Felipe Amorim (Osvaldo ou Marcos Junior); Fred
Atlético-PR: o técnico Cristóvão Borges ainda não pode escalar seu time ideal. Nikão e Walter, por exemplo, não estão à disposição para a estreia. Por outro lado, o zagueiro Paulo André, o meia Vinícius e o atacante Anderson Lopes - novidades para 2016 - devem ser titulares. O Furacão deve ter, portanto, Weverton; Eduardo, Cleberson (Christián Vilches), Paulo André e Roberto; Deivid, Otávio e Vinícius; Marcos Guilherme, Anderson Lopes (Sidcley) e Crysan.

QUEM ESTÁ POR FORA

Fluminense: o Tricolor não poderá contar com quatro dos seus cinco reforços para 2016: os zagueiros Henrique e Renato Chaves, o meia Diego Souza e o atacante Richarlison ainda não estão regularizados. O zagueiro Marlon ainda se recupera de uma infecção urinária.

Atlético-PR: o zagueiro Thiago Heleno (pertence ao Maldonado-URU) e o atacante Walter (do Porto-POR) só podem ser regularizados a partir de quinta-feira. O lateral-esquerdo Pará (incômodo no tornozelo), o volante Fernando Barrientos (dores na coxa) e o meia-atacante Nikão (lesão no tornozelo) estão em tratamento. O atacante André Lima ainda não está 100% fisicamente.

Fonte: Globo Esporte
Foto: A/D
Página anterior Próxima página