Esporte: Fifa manda dirigentes doarem 48 relógios de luxo que ganharam da CBF

Fifa manda dirigentes doarem 48 relógios de luxo que ganharam da CBF


O Comitê de Ética da Fifa decidiu que os 48 relógios de luxo que alguns de seus dirigentes receberam da CBF durante a Copa do Mundo de 2014 deverão ser doados à ONG “Street Football World”. A entidade que coordena o futebol mundial entendeu que houve irregularidade na entrega dos presentes aos cartolas, por ferir o seu regulamento interno, e fez o comunicado na manhã desta quinta-feira.

A história foi a público em setembro do ano passado através do "Welt am Sonntag". De acordo com o jornal alemão, os presidentes de todas as 32 federações participantes na Copa, assim como dirigentes da Conmebol (Confederação Sul-Americana de Futebol), ganharam os brindes.

A investigação do Comitê de Ética da Fifa começou na época em que os fatos vieram a público e viu evidências de que 65 relógios foram oferecidos pela CBF, só que não houve devolução de todos os presentes. Alguns sequer teriam chegado às mãos dos cartolas. Após entrar em contato com os dirigentes, 48 relógios retornaram, antes se serem doados para a ONG.

A confederação brasileira alegou que pagou US$ 8.750 (cerca de R$ 33 mil) por cada um. Segundo a investigação do Comitê de Ética, o relógio tem valor de mercado avaliado em US$ 27 mil (cerca de R$ 101,5 mil).

Fonte: Globo Esporte
Foto: Reprodução Twitter
Página anterior Próxima página