Esporte: Rafaela Silva perde para algoz do Pan e cai na estreia do Mundial

Rafaela Silva perde para algoz do Pan e cai na estreia do Mundial



Campeã mundial em casa há dois anos, no Rio de Janeiro, Rafaela Silva disse adeus ao sonho do bi, nesta segunda-feira, em Astana, ao ser derrotada na estreia pela canadense Catherine Beauchemin-Pinard, para a qual já tinha perdido nos Jogos Pan-Americanos de Toronto.

No masculino, Marcelo Contini chegou a vencer duas lutas na categoria até 73 kg, mas também ficou pelo caminho, diante do norte-coreano Kuk Hyon Hong, atual vice-campeão mundial.

Depois da prata em Paris-2011 e do ouro no Rio, Rafaela já tinha decepcionado na última edição, em Chelyabinsk-2014, quando perdeu para a francesa Automne Pavia na luta pelo bronze, na categoria até 57 kg.

Desta vez, a desilusão foi ainda maior. A carioca de 23 anos não conseguiu se impor na luta, levou um shido por falta de combatividade e acabou sofrendo estrangulamento, faltando pouco menos de um minuto do fim.

Rafaela ficou caída por longos minutos, desnorteada, e precisou de atendido médico ainda no tatame.

No mês passado, na semi do Pan, a brasileira tinha perdido para a mesma canadense, por imobilização.

Por ironia do destino, os dois representantes do Brasil nesta quarta-feira foram eliminados de forma praticamente simultânea.

Enquanto Rafaela estava sendo estrangulada pela canadense, Marcelo Contini travava uma luta muito dura com Kuk Hyon Hong, e só perdeu por levar um shido a mais do que o adversário (2 a 1).

O paulista, que substituiu Alex Pombo, lesionado, passou facilmente pelo ganês Emmanuel Nartey na estreia e em seguida eliminou o canadense Etienne Briand, que foi desclassificado por levar quatro shidos.

O Mundial de Astana continua na quinta-feira, com destaque para o retorno de Leandro Guilheiro, na categoria até 81 kg, na qual também lutará Victor Penalber.

No feminino, a representante brasileira será Mariana Silva (até 63kg).

Fonte: MSN
Foto: AFP
Página anterior Próxima página