Esporte: Gabriel Medina comemora vitória em "bateria difícil" contra Slater

Gabriel Medina comemora vitória em "bateria difícil" contra Slater



Nem os 11 títulos mundiais de Kelly Slater foram suficientes para intimidar o atual campeão, Gabriel Medina. Na última segunda-feira, o brasileiro derrotou o norte-americano de 43 anos em bateria disputada pela repescagem (quinta rodada) da etapa de Bells Beach, na Austrália, a segunda do Circuito Mundial de Surfe, o WCT. Após a dura vitória, o paulista de Maresias não escondeu a felicidade estampada em seu rosto, porém demonstrou seriedade em relação ao objetivo final no segundo torneio da temporada.

"Foi equilibrada", disse Medina. "Foi uma bateria dura contra o Kelly e eu sabia que ia ser difícil. Estou feliz por estar nas quartas (de final), este é um evento complicado e estou procurando um resultado sólido aqui", analisou Medina, que vai enfrentar o também brasileiro Adriano de Souza, o Mineirinho, na próxima fase.

A repescagem contra Slater começou com o norte-americano mais agressivo no início, controlando a bateria com duas notas medianas (6.50 e 6.03). Medina, por sua vez, tirou 5.83 em sua primeira onda e depois encontrou dificuldades no mar para conseguir uma pontuação melhor.

No entanto, com menos de cinco minutos para o fim, o jovem de 21 anos arrancou dos juízes 7,17 pontos e assumiu a liderança da bateria. Precisando de 6.51 para virar sobre o braisleiro, Slater pegou uma onda a 30 segundos do término, porém tirou 5.93 e foi eliminado por Medina.

Além de Gabriel e Mineirinho, o Brasil tem Filipe Toledo como representante nas quartas de final. O surfista de Ubatuba, litoral norte de São Paulo, vai encarar o norte-americano Nat Young. A próxima chamada está marcada para acontecer nesta terça-feira, às 18 horas (de Brasília).

Fonte: MSN
Foto: Divulgação
Página anterior Próxima página