Esporte: Corinthians também pode perder jogadores na Justiça por atrasos, como ocorreu no Santos

Corinthians também pode perder jogadores na Justiça por atrasos, como ocorreu no Santos



Invicto em jogos oficiais no ano de 2015, o Corinthians passa por momento delicado fora dos gramados. Em situação financeira ruim, o clube tem atrasado os direitos de imagem de seus principais jogadores. Já são mais de R$ 10 milhões de dívidas com atletas vinculados ao time alvinegro. De acordo com especialistas ouvidos pelo ESPN.com.br, há até a chance de conseguir rescisão via Justiça, como ocorreu recentemente com o Santos.

"Acho que o Corinthians corre risco de perder alguns jogadores, mesmo a dívida sendo direito de imagem. Em tese, o direito de imagem no Brasil é ilícito, pois os clubes usam isso para fraudar o salário. Por exemplo, pagam R$ 50 mil na CLT e R$ 50 mil na imagem para fraudar o salário, não para explorar a imagem", disse o advogado João Henrique Chiminazzo, que representava o Bom Senso até o fim do ano passado. "Diferentemente de quando era o Neymar no Santos, por exemplo, que tinha sua imagem bastante explorada", relembrou.

O artigo 87A da Lei Pelé foi incluído pela lei 12.395, em 2011, e diz: "O direito ao uso da imagem do atleta pode ser por ele cedido ou explorado, mediante ajuste contratual de natureza civil e com fixação de direitos, deveres e condições inconfundíveis com o contrato especial de trabalho desportivo". Com base nisso, o Corinthians baseia a elaboração dos direitos de imagem de seus jogadores.

Em contato com a reportagem, o clube acredita ser difícil a perda de atletas pelo Poder Judiciário por conta dos atrasos nos direitos de imagem. Novo diretor jurídico do clube, Rogério Mollico explicou à reportagem que a agremiação se baseia na mudança da Lei Pelé datada de 2011 e, por isso, acredita ter poucas chances de perder jogadores na Justiça, caso algum resolva entrar com alguma ação.

"Nós pensamos que, após a alteração na lei de 2011, os direitos de imagem são distintos ao salário, são situações bem diferentes do que aconteceu no Santos, onde os jogadores tinham atrasos na CLT", declarou Mollico, que acredita ser difícil ocorrer o fato. "Acredito que é remota a chance de o Corinthians perder atletas na Justiça por atrasos na imagem", finalizou o diretor.

Fonte: MSN
Foto: Divulgação
Página anterior Próxima página