Esporte: Após série de finais, Federer entra em alta no US Open: "Grande confiança"

Após série de finais, Federer entra em alta no US Open: "Grande confiança"



Da tormenta que foi o ano de 2013 para um momento recente de alegrias em 2014, Roger Federer ganhou confiança para a disputa do US Open, último Grand Slam da temporada, que começa no dia 25 de agosto, em Nova York. Depois de Roland Garros, o número 3 do mundo participou de quatro torneios e chegou às finais de todos. Com o título do ATP 250 de Halle, os vice-campeonatos em Wimbledon e no Masters 1.000 de Toronto e o triunfo do último domingo no Masters 1.000 de Cincinnati, o suíço chegará ao evento americano como um dos tenistas em melhor fase no circuito, aos 33 anos de idade.

Em termos de partidas ganhas, Federer lidera absoluto. Ele é o que mais venceu na temporada até agora, com 49 vitórias. São cinco a mais que o espanhol Rafael Nadal, que está parado desde Wimbledon por conta de uma lesão e anunciou nesta segunda-feira que não defenderá o título do US Open. Federer também tem o terceiro melhor aproveitamento da temporada (84,4%), atrás somente do sérvio Novak Djokovic (86,7%), que acumulou eliminações precoces nas oitavas de final em Toronto e em Cincinnati, e de Nadal (84,6%). E por fim, é o segundo melhor jogador em ranking da série de torneios do verão norte-americano, superado apenas pelo canadense Milos Raonic, que foi campeão do ATP 500 de Washington no início de agosto.

- Agora especialmente entro com grande confiança. Eu bem posso descansar, em vez de ter de trabalhar em algumas coisas, então é só manutenção. Isso também é bom para a cabeça. Sei que meu jogo está onde eu queria que estivesse. Agora é manter o alto nível - comentou Federer após o título em Cincinnati.

A fase de Federer é bastante distinta àquela vivida no ano passado, quando sofreu com dores nas costas. Na mesma época em 2013, o suíço estava nas últimas posições do top 10 da temporada, com risco até ficar fora do ATP Finals, torneio que reúne os oito melhores do ano, em novembro, em Londres - ele acabou se classificando e sendo semifinalista. Também tinha apenas um título (Halle), ao contrário dos três que já garantiu em 2014 (Dubai, Halle e Cincinnati).

O sorteio da chave principal do US Open está programado para esta quinta-feira. O Grand Slam americano terá transmissão ao vivo do SporTV2.

Fonte: G1
Foto: Getty Images
Página anterior Próxima página