Esporte: "Luta com Aldo pode ser no Brasil ou na lua, vou vencer igual", diz Mendes

"Luta com Aldo pode ser no Brasil ou na lua, vou vencer igual", diz Mendes



No último sábado, o presidente do UFC, Dana White, confirmou que a revanche entre José Aldo e Chad Mendes vai acontecer no Brasil no UFC 179, marcado para o dia 25 de outubro, no Ginásio do Maracanãzinho, no Rio de Janeiro. Adversário de Aldo no combate, Chad Mendes foi pego de surpresa com o anúncio, mas garante que já superou o fato de luta não acontecer em solo americano.

- Eu soube dessa confirmação pelo Twitter. Assim que acabou o card de San José, eu fui checar os comentários e vi que o Dana tinha anunciado que seria no Brasil. Então eu liguei para o meu empresário e foi assim que soubemos. Eu queria que essa luta fosse aqui nos EUA porque queria a minha família e amigos presentes nesse momento, que vai ser um dos mais importantes da minha vida. Queria que eles pudessem celebrar comigo. Mas Dana é o chefe e sabe o que está fazendo. Agora vamos comprar algumas passagens e o restante vai ter que se contentar em assistir pela TV. Faz parte.

Essa luta pode ser no Brasil ou na lua que o resultado não vai mudar. Vou vencer igual. Na hora em que a porta do octógono se fechar, seremos eu e ele e não há nada que ele possa fazer para mudar isso. Eu sei que estou destinado a ser o campeão. Vai ter um gosto especial poder tomar o cinturão dele no Brasil - declarou o atleta do Team Alpha Male em entrevista ao Combate.com.

Inicialmente, a revanche entre Aldo e Mendes estava agendada para o dia 2 de agosto, em Los Angeles, mas o brasileiro machucou as costas durante uma sessão de treino,o que ocasionou o adiamento do duelo. Desde então, os dois adversários vêm trocando provocações por intermédio da imprensa. O americano acusou Aldo de estar fingindo uma lesão para fugir do confronto, e o atleta da Nova União respondeu questionando a boa forma do adversário, incluindo, em tom irônico, uma cutucada sobre os "suplementos" de que o americano faz uso. Depois de várias idas e vindas, Mendes se disse atônito com as repostas do campeão e acredita que o episódio lhe deu vantagem no jogo mental.

- Eu fiquei muito surpreso com o que ele disse, principalmente porque Aldo foi muito rude. Ele ficou bravo porque eu disse que ele estava fingindo que estava machucado e que estava correndo de mim, e fazendo uma manobra para levar essa luta para o Brasil. E agora a luta vai ser onde? Mas eu nunca vi o Aldo responder assim para ninguém. Ele falou muita coisa, perdeu a paciência. Isso foi algo muito grande para mim, porque eu vi que realmente entrei na cabeça dele. Uma coisa que eu aprendi nesse tempo todo de carreira é que, se o seu oponente perder a paciência, você já está na cabeça dele. No jogo mental, eu estou um passo à frente de José Aldo, sem dúvida alguma.

Chad Mendes ainda falou sobre os treinos, as dificuldades de adaptação ao Rio de Janeiro no primeiro duelo contra Aldo e a preocupação com os testes antidoping no Brasil.

Fonte: Globo Esporte
Foto: Divulgação
Página anterior Próxima página