Esporte: Os fãs de Schumacher devem se preparar para "notícias muito ruins", diz o ''Dr. F-1''

Os fãs de Schumacher devem se preparar para "notícias muito ruins", diz o ''Dr. F-1''



Diante da escassez de informações oficiais, a imprensa internacional tem sido tomada por especulações envolvendo o estado de saúde do ex-piloto Michael Schumacher. Em meio a uma onda de rumores sem embasamento científico, as análises do Dr. Gary Hartstein, médico-chefe da Fórmula 1 entre 2005 e 2012, são apontadas como as mais sérias e relevantes, principalmente por causa da longa experiência do americano na categoria. O "Dr. F-1", entretanto, não tem demonstrado otimismo em seus comentários mais recentes. Em seu blog, o médico afirmou que os fãs do alemão devem se preparar para "notícias muito ruins".

"Percebi que a falta de atualizações no quadro clínico também pode ser uma chance para começarmos a nos despedir dele. E acho que este é o "benefício" inesperado da estratégia de mídia escolhida pela família de Michael. De alguma forma, acho que os fãs vão ficar bem, porque eles estão tendo tempo para processar tudo isso", afirmou Hartstein.

No entanto, para Gary, o sigilo em torno do caso estimula o surgimento de informações desconexas e boatos infundados. Apesar da falta de atualizações, o americano comentou sobre a possibilidade, amplamente explorada pela imprensa internacional, de o alemão permanecer em estado vegetativo pelo resto da vida.

O último comunicado oficial da assessoria de Michael Schumacher foi emitido no dia 12 deste mês. De acordo com a porta-voz do ex-piloto, Sabine Kehm, ele apresentou sinais “encorajadores” durante o processo de despertar do coma. O boletim afirmou ainda que a família do alemão está confiante de que Schumi conseguirá acordar e finalmente sair do coma. A porta-voz do heptacampeão aproveitou para agradecer a energia emitida pelos fãs, e reforçou o pedido para que eles respeitem a privacidade da família.

Fonte: Globoesporte.com
Foto: Reprodução
Página anterior Próxima página